Poemas em musicas

| quarta-feira, 9 de março de 2011 | |
Hoje, quarta-feira é dia de música no A Few Of Dark e seguindo a minha postagem anterior, vou mostrar para vocês uma das muitas bandas que tiraram das obras de Edgar Allan Poe inspiração para compor suas letras e melodias 



Tristania é uma banda de gothic metal da Noruega fundada em 1996.
A banda é geralmente classificada como doom metal.Em seus primeiros lançamentos possuía um som baseado em riffs do black metal com teclado dominante, com bastante foco nos vocais femininos "teatrais" e instrumentos tipicamente eruditos como o órgão de tubo, a flauta e o violino. A banda também fazia uso extenso de vocais guturais. Em álbuns mais recentes a banda procurou balancear mais o estilo vocal e adotar uma postura mais progressiva em seu som.

A música em questão que teve inspiração no conto "The Raven" de Edgar Allan Poe se chama My Lost Lenore, contida no primeiro album da banda Window's Weed (1998)

Abaixo você pode conferir ao video e a letra traduzida da canção. My Lost Lenore.

Minha Lenore Perdida


Coração dançante eu lamento
Meu desejo perdido
Coração dançante eu lamento
Violente eternamente minha alma

Por tua promessa lamentada por seus olhos de corvo
Por sua beleza e um nascer do sol escarlate
Possa teu rio sepultar suas lágrimas prateadas
Um anjo caído consagrado em mares enluarados

Deixando a vitalidade
Tão serena cria-se minha escuridão
Suplicando ventos de inverno
Ainda que eu parta, eu abraço a ti

Noite de inverno
Oculte tua preciosa sabedoria angelical
Eu segrego minha alma
Sob tuas asas do sofrimento
Escuridão eu abraço teus olhos
Viagem perdida no estreito caminho da vida
Eu revelo meu coração
Para esta beleza vestida de preto

Coração dançante eu lamento
Meu desejo perdido
Coração dançante eu lamento
Violente eternamente minha alma

Quanto minha alma devotadamente moldada
Minha lua surgirá com perda

Angustiantes olhos de corvo
Cai adormecido com o nascer do sol
Deleitável brisa de solstício de verão
Ainda que eu parta... eu espero por ti

Noite de inverno
Oculte tua preciosa sabedoria angelical
Eu segrego minha alma
Sob tuas asas do sofrimento
Escuridão eu abraço teus olhos
Viagem perdida no estreito caminho da vida
Eu revelo meu coração
Para esta beleza vestida de preto

Conceda-me tua última brisa de solstício de verão
Possa tu erguer-se do sono eterno
... minha paixão
Dance comigo sob teus mares enluarados
Espiando ansiosamente dentro do abismo
Uma fria e exaustiva noite

Noite de inverno
Descendo-me como flocos de neve
Eu abraço o frio
Por uma vida tão seguinte
Escuridão eu abraço teu coração
Viajante perdido além dos véus da madrugada
Eu oculto tua perda
Encantado em vida ainda silencioso eu lamento
Minha Lenore perdida...

4 Comentários (Comente aqui!):

paros28 Says:
10 de março de 2011 10:31

Nossa!!!! Faz tempo que não lembrava da banda Tristania, vou catar músicas agora, deu saudades...

Adorei o post, obrigada por relembrar Tristania

Lidia Zuin Says:
10 de março de 2011 11:49

Tem também um poema do Poe na música The Conqueror Worm do Sopor Aeternus

Laerte Says:
10 de março de 2011 12:11

Legal essa música, eu conheço a banda mas não sabia desse detalhe do Poe, muito massa! Abraços pessoal!

Laerte Lopes - Blog Medo

Rafael Sales Says:
10 de março de 2011 23:57

Tem muita banda que se inspirou no Poe. Como mencionou a Lidia. Outra também que usou de um poema "O Poço e o Pêndulo" foi a banda finlandesa Nightwsih na canção The Poet and the Pendulum. Já que o tecladista e fundador Tuomas é fã incondicional das obras de Allan Poe

Postar um comentário

Obrigado por nos prestigiar com sua visita e agora comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...