xXxHolic

| sábado, 19 de março de 2011 | |
"Não há tal coisa como coincidências neste mundo, apenas o inevitável" - Yuuko Ichihara

Yuuko o quê, Kamile? o_o

(Daikirai na hibi juu-kyuu-sai)


Falar de xXxHolic é uma tarefa muito agradável para mim.
Afinal, esta sublime criação da CLAMP é, sem sombra de dúvidas, um dos meus animes favoritos (tanto que eu cheguei a fazer cosplay dele)! Um marco da minha pré-adolescência e na minha vida como um todo. Ai, ai...
Ok, mas voltando ao trabalho... xXxHolic é um mangá produzido pela CLAMP (Sakura Card Captors, X [X-TV ou X-1999], Guerreiras Mágicas de Raeyarth, Chobits
, entre outros) em 2003. Ligada diretamente a outra criação da CLAMP, Tsubasa RESERvoir CHRoNiCLe, ambas histórias abordam diretamente o mesmo enredo, o que torna comum uma intertextualidade entre os dois mangás (personagens de xXxHolic aparecendo em Tsubasa, os de Tsubasa em Holic e por aí vai). Por sua vez, as duas criações são uma continuação de outro fenômeno dessas quatro japonesas talentosas, Sakura Card Captors (quem lembra e era fã aqui?)! Um crossover imenso!
(Pessoal de Tsubasa e de Holic juntos)

A história de Holic gira em torno principalmente de Watanuki Kimihiro, um jovem atormentado pelo seu dom de ver e atrair espíritos. Um dia, quando voltava da aula, Watanuki é atacado por um fantasma e, na sua fuga, acaba entrando acidentalmente em uma misteriosa loja. Chegando lá, é levado por duas garotinhas (Maru e Moro ) à dona do comércio, a bruxa (toda poderosa, linda, sedutora e diva) Yuuko Ichihara. Ela lhe diz que sua entrada na loja não foi coincidência (pois coincidências não existem, apenas o destino!), e que seria capaz de conceder um desejo ao estudante mediante pagamento. Cansado de ver espíritos, Watanuki aceita e, como preço, começa a trabalhar na loja. E é aí que o mundo mágico de Holic nos é apresentado.


(cena do mangá)

Para os fãs de mangá, xXxHolic ainda está sendo lançado no Brasil desde 2006, pela JBC, embora já tenha sido encerrado no Japão. O anime também ganhou dublagem brasileira e é exibido pelo canal por assinatura Animax. Porém, há diferenças entre ambos. No primeiro, por exemplo, os personagens de Tsubasa não aparecem, embora haja algumas sensíveis referências. Além disso, as cores de cabelo de determinadas personagens não permanece a mesma nas adaptações, e outros pequenos detalhes, nada que possa comprometer a obra como um todo.
Outro ponto interessante a ser abordado é que, após a primeira temporada do anime, seguem-se mais outras três: xXxHolic Kei, xXxHolic Shunmuki e xXxHolic Rou. Também fora lançado um filme em 2005, xXxHolic: Manatsu no Yoro no Yume (algo como Sonhos de uma Noite de Verão, aludindo à obra de Shakespeare).






(alguns dos personagens no anime)

xXxHolic é, sem sombra de dúvidas, um anime maravilhoso! Te proporciona boas risadas, te surpreende, te faz ter pena do pobre Watanuki, te faz querer ser como a Yuuko, te faz conhecer um pouco mais do folclore japonês e entrar um pouco em uma cultura extremamente rica. Com aberturas e encerramentos excepcionais, é um anime/mangá que deve ser visto/lido por pessoas que amam magia, sobrenatural e suspense! Contudo, é aconselhável conhecer também Tsubasa: RESERvoir CHRoNiCLe, visto que há relações entre ambas obras (sensíveis no anime, intensas no mangá).
Vou disponibilizar apenas as primeiras abertura e encerramento do anime. Para conhecer ambas, clique aqui (abertura) e aqui (encerramento).


E, boooom.... Como estou tentando sempre disponibilizar fotos de um ou outro cosplay, vou colocar aqui minhas fotos (ai!) de quando me vesti de Himawari (personagem secundária de Holic) junto com meu amigo Bruno, Watanuki, e da nossa apresentação (em 2008 e 2009). Seguem os links:
Fotos: 1 + 2 + 3 + 4 + 5
Apresentações: 1 + 2

Bom divertimento!

3 Comentários (Comente aqui!):

Ana Death Duarte Says:
21 de março de 2011 23:45

Em primeiro lugar, até que enfim sei exatamente do que se trata Holic! Tanta gente me falava, falava, mas não adianta dizer "veja, é legal"." Leia, é legal" heheheh :P

Bom, não leio os mangás porque, sinceramente, não gosto do tratamento dado a eles pela JBC. Sou sincera, Mr. Snake e, a ess altura, vc já sabe disso.

Não vou me prolongar demais com as críticas à JBC (que, entre outras coisas, traduz do inglês...), mas vou me focar no : pq desisti de ler mangás.

1. Por que se estendem tanto?
2. Pq, como InuYasha, aqui no Brasil, são lançados em 100 e tantos números quando lá fora são 50 e poucos?
3. Alguns mangás, como Elfen Lied, que eu acompanhava até o número 5, começam mandando bem e ae vem o excesso de Ecchi, totalmente nada a ver com o eixo central da história. Triste.

Tenho mais motivos, como, não só dessa editora, censuras em capas, editoração ruim, etc. Mas o que me incomoda mais mesmo são os mais de 100 mangás (é só fazer as contas, 100 mangás a R$10,90 = R$1.090,00

Um absurdo!

Enfim, as críticas não eram pra vc hehehe

GOSTEI DEMAIS DESSA DICA: Contudo, é aconselhável conhecer também Tsubasa: RESERvoir CHRoNiCLe, visto que há relações entre ambas obras (sensíveis no anime, intensas no mangá).

É importante pra quem for ler, pq dá pra se perder bonito nas histórias qdo tem spin-off.

Já curti seu blog logo de cara, vou fuçar mais!

Beijos

Ana Death

Ana Death Duarte Says:
21 de março de 2011 23:46

Ah, é, coloca, se o blogspot permitir, o tweet button, pra gente poder postar daqui e divulgar ;)

Ana Death Duarte Says:
21 de março de 2011 23:49

Isso, Ana, não leia quem postou.... =//////

Kamile, parabéns pelo texto!

Mas tb já vi que é um lance do blogspot. Por isso, mesmo meu blog sendo no Wordpress, sempre assinamos os posts no final, não quero soar presunçosa, pelo amor de Thor! Mas seria legal vcs fazerem isso {Não me batam!}

E esqueci de dizer: Quero ver o anime depois de ler o texto aqui XD

Postar um comentário

Obrigado por nos prestigiar com sua visita e agora comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...